O que Orlando precisa para continuar crescendo?

O que Orlando precisa para continuar crescendo?

voltar

JUL/14 – pág. 48

Segundo a pesquisa dos maiores editores de economia da região, Orlando precisa de diversos pontos para se estabelecer entre as grandes cidades. Abaixo, quatro delas:

1. AUMENTAR O NÚMERO DE GRANDES EMPRESAS SEDIADAS NA REGIÃO

Construção do Orlando VA Medical Center - Foto: George Skene, Orlando Sentinel
Construção do Orlando VA Medical Center – Foto: George Skene, Orlando Sentinel

Hoje Orlando só possui uma empresa entre as 500 maiores, segundo o Fortune. Ela é a Darden Restaurants, que controla empresas como Olive Garden, LongHorn, entre outras. Segundo esse estudo, mais empresas desse eclético clube de grandes corporações são necessárias para colocar Orlando no mapa da economia. Há algumas empresas ao redor de Orlando, como Harris, em Melbourne; e Publix, em Lakeland, que, apesar de próximas, não estão na área de Orlando.

Disney, Universal, Lockheed Martin e Marriot, apesar da grande presença na área, são apenas uma divisão da sede central e assim não podem ser consideradas sediadas em Orlando. Aumentar o número de empresas grandes poderia acabar trazendo empregos de maiores salários e também maior contribuição de impostos. Colateralmente, as grandes empresas trazem empresas menores de serviços para esses grandes conglomerados, muito úteis para a cidade e a expansão.

A mais importante forma de atrair empresas de grande porte é o axioma entre ser ótimo e barato. Essas duas características são o foco maior para a transferência de empresas de grande porte de uma cidade para outra. Incentivos também ajudam a atrair empresas para outras regiões.

2. ESTABELECER UMA IMAGEM ALÉM DO TURISMO

SunRail - Foto: LWV Orlando
SunRail – Foto: LWV Orlando

A imagem de cidade somente voltada para a área do turismo precisa mudar, não que Orlando deva deixar de ser considerada assim, pois o turismo leva-nos a outros negócios, como construção, engenharia e tecnologia, relacionadas aos parques temáticos.

Os simuladores de toda espécie são os exemplos de produtos desenvolvidos na região de Orlando, visando os parques, que consomem uma grande parte das inovações tecnológicas. Em complemento a esse assunto – para o desenvolvimento de Orlando, está o grande incentivo dado às empresas de tecnologia voltadas para as áreas de saúde, biotecnologia e transporte. Muitos outros ramos ligados a eles poderiam se desenvolver se fossem agregadas mais empresas, norteadas ao setor de tecnologia, e tirassem o estigma turístico da cidade.

3. AUMENTAR A OFERTA DE TRANSPORTE DE MASSA

Uma cidade não será considerada modelo mundial se não tiver uma matriz de transporte público compatível com aquelas que pertencem a esse clube de municípios. Os negócios precisam muito mais do que rodovias para clientes e empregados para chegar aos seus locais de trabalho. Ter um sistema de transporte de massa mais eficiente é, com certeza, a forma de atrair clientes e fazer negócios com pessoas de outros estados e países.

business_romano3O aeroporto de Orlando, com seus investimentos na casa de $1bilhão; e o porto de Cabo Canaveral, com os $500 mil a serem investidos para expansão da área de cargas e de passageiros; podem juntar-se aos projetos já iniciados da SunRail e da Linx para trazer mais opções e mais variedade ao transporte.

Não se pode deixar de citar o investimento de $2 bilhões que a I 4 receberá e que aumentará a principal artéria de transportes da Flórida Central.

4. ATRAIR MAIS TIMES PROFISSIONAIS DE ESPORTES E MAIS EVENTOS PARA A CIDADE

Muitas cidades consideradas de classe internacional têm times profissionais de esportes que criam um senso de orgulho e de competitividade para os negócios e a comunidade. Atualmente, Orlando conta com dois times profissionais: um de basketball e um de futebol. Pode-se imaginar quanto mais credibilidade internacional poderia ser creditada à cidade pelo evento de ter outro time profissional.

Este artigo foi baseado em um estudo do “Orlando Business Journal”.

www.atlanticexpress4.com
antonioromano@gmail.com