O imbatível judoca Raphael Freitas

O imbatível judoca Raphael Freitas

O judoca e lutador de Jiu-Jitsu, Raphael Freitas, conquistou medalha de bronze no “Campeonato US Open de Judô”, realizado em Fort Lauderdale, representando o Brasil nas competições

Edição de novembro/2017 – pág. 28

O imbatível judoca Raphael Freitas

Ele é faixa preta de Judô, subiu ao pódio do “Campeonato US Open de Judô”, realizado em Fort Lauderdale, na Flórida, em Julho, conquistando medalha de bronze pelo terceiro lugar – pela categoria 86 quilos –, representando o Brasil. O judoca e lutador de Jiu-Jitsu, Raphael Freitas, é um brasileiro determinado, focado em seu trabalho, consolidando uma carreira bem-sucedida no Esporte.

Em entrevista ao “Nossa Gente”, Raphael Freitas aponta o fator disciplina como importância vital em suas competições. Ele treina duas horas por dia – quatro vezes na semana -, em trabalho específico para aprimoramento de suas técnicas. “É preciso obter velocidade de golpes, absorver as novas regras do judô que estão em vigor desde janeiro de 2017”.

Segundo o atleta, de acordo com as novas regras do Judô, o combate que antes era de cinco minutos, agora tem de ser realizado em quatro minutos, exigindo dos competidores mais velocidade nos movimentos, sem tempo para descanso. “A luta ficou muito mais competitiva, mais acirrada. Isso exige muito mais do atleta, o desgaste é maior porque a redução do tempo acelera o combate’, explica Raphael.

Ressaltando a sua participação no campeonato em Fort Lauderdale, disse Raphael que foram lutas extremamente competitivas, reunindo atletas de altíssimo nível técnico, valorizando cada etapa do evento. “Na minha categoria, menos de noventa quilos, foram etapas difíceis, mas consegui ter um bom rendimento e conseguir a medalha de bronze para o Brasil”, destaca.

“Foi um orgulho subir ao pódio e dar ao meu país uma medalha, o sonho de todo atleta, principalmente em campeonatos internacionais”, comenta. “Também subiu ao pódio um atleta da Geórgia, primeiro colocado; o segundo lugar ficou para um atleta da França, e eu, representando o Brasil, na terceira colocação”, relata o judoca.

Raphael Freitas exalta a sua paixão pelo judô, ele que é faixa preta desde 2005. Começou a praticar a modalidade ainda criança, no Brasil, também lutando Jiu-Jitsu, tendo disputado campeonato em Jacksonville.

Quanto ao próximo Campeonato de judô, informa o atleta que o calendário das próximas lutas, para 2018, só será lançado provavelmente no mês de dezembro. “Para este ano não haverá competições, então é preciso aguardar a divulgação da tabela de lutas para o próximo ano”, diz Raphael.

Natural da cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, Raphael Freitas está estudando nos EUA há dois anos e meio, com a esposa, Regislaine Freitas, “minha nutricionista”, conta. “Nós chegamos aqui – Orlando –, no mês de junho. Viemos para estudar e encontrei aqui as portas abertas para o esporte. Era tudo o que eu precisava”.

Com um grande potencial competitivo, o atleta tem futuro promissor e é uma das promessas do Brasil para os próximos campeonatos. Raphael vem de ótimos resultados em competições brasileiras, com a segunda colocação na Copa Internacional de Fortaleza, entre outros campeonatos. Como técnico treinou e consagrou vários atletas e paratletas em campeonatos nacionais e internacionais. Como árbitro, se destaca como um dos mais cotados no ranque nacional.