O Brazilian Day San Diego vai crescendo e somando parcerias

O Brazilian Day San Diego vai crescendo e somando parcerias

voltar

AGO/15 – pág. 36

Criado pelo brasileiro Paulo Lima, professor e mestre de capoeira na University of San Diego e fundador do BIAC (Brazilian Institute For Arts And Culture), o primeiro Brazilian Day San Diego aconteceu no ano de 2008, e dela para cá vem crescendo a cada ano, em parte, aos esforços de gente da própria comunidade, do apoio da mídia local, e de parceiros importantes que vão se aliando ao projeto de fazer com que o evento seja a maior referencia da cultura do Brasil na costa oeste americana.

PR_Brazilian Day SD_Photo_2

Ao longo dos anos, se calcula que mais de 1 milhão de pessoas, entre brazucas, latinos e americanos amantes do Brasil, estiveram presentes ao Brazilian Day San Diego para constatar da festa e fazer parte das celebrações de independência do Brasil.

Esse ano, a direção do evento apostou em um concurso pré-evento divulgado em massa no Brasil através das mídias sociais e de comunicados de imprensa com o apoio da R&D Comunicação de São Paulo para levar uma banda brasileira para um dos principais eventos do ano, na costa oeste americana. Milhares de pessoas se inscreveram e no começo de agosto foi divulgado as cinco bandas finalistas: “Esteban”, “Far From Alaska”, “Zimbra”, “Dona Duo” e “Trama”. Na segunda quinzena de agosto as cinco bandas concorrem a uma final para ver quem vai a San Diego com todas as despesas pagas.

PR_Brazilian Day SD_Photo_4_A

A ação, que teve inicio em março, é promovida pela parceria entre a plataforma ClapMe e Panic! com o intuito de incentivar a cultura e dar chance de uma banda do Brasil, ainda desconhecida, se apresentar no palco do Brazilian Day San Diego de 2015 que acontece no domingo dia 13 de Setembro da 1 da tarde as 7 da noite.

PR_Brazilian Day SD_Photo_6

O evento desse ano presta homenagem as Olimpíadas de 2016, no Rio como o tema “O Espírito Olímpico”, e tem em sua “parade”, com a participação de vários grupos locais, um destaque a parte. O evento acontece na famosa Pacific Beach” ou simplesmente “PB” beach para os locais, e ocupa seis blocos da famosa Garnet Street a apenas um bloco da praia, com dois stages e varias barracas de arte, comida e serviços.
Podemos dizer que o evento difere dos outros “Brazilian Days” exatamente pelo climax de praia e descontração. Pode se ver muita gente ao estilo moda praia e muita gente bronzeada graças ao verão Californiano. É um clima muito parecido ao carnaval “praiano” de cidades como Salvador e Recife, mas claro, em uma menor proporção. O fato é que o Brazilian Day San Diego é musica, é dança, é arte, é culinária, é moda, é carnaval, é a celebração da cultura do Brasil!


Lindenberg Jr.
Jornalista, consultor 
de marketing e produtor 
de eventos
www.kisuccess.com