Kaká marca, é expulso e Orlando City empata com Real Salt Lake

Kaká marca, é expulso e Orlando City empata com Real Salt Lake

Orlando_City_2014No feriado de Independência dos Estados Unidos, 4 de julho, o Orlando City empatou em 1 a 1 com o Real Salt Lake, no Rio Tinto Stadium, no estado norte-americano de Utah, e passou a ocupar a vice-liderança da Conferência Leste da Major League Soccer (MLS), com 24 pontos. Kaká marcou o nono gol dele na liga e foi expulso em lance polêmico, aos 44 minutos do primeiro tempo da partida.

Logo aos 3 minutos de jogo, o goleiro dos Lions, Tally Hall, fez uma defesa dificílima, se esticando até o cantinho direito do gol, para desviar a bola chutada pelo argentino Javier Morales. No contra-ataque, o brasileiro Pedro Ribeiro se livrou de três marcadores e passou para Kaká, que dominou de perna esquerda, ajeitou o corpo e finalizou de perna direita, tirando do alcance do goleiro Jeff Atinella e marcando o gol que dá a ele a vice-artilheiro da competição, com 9 gols.

Foi o terceiro gol de Kaká em três jogos consecutivos, o décimo dele com a camisa do Orlando City em jogos oficiais.

Quatro minutos mais tarde, Pedro Ribeiro quase aumentou a vantagem dos Lions no placar, em cobrança de escanteio do meia-atacante colombiano Carlos Rivas. Pedro cabeceou forte, o goleiro Attinela conseguiu desviar com a ponta dos dedos e a bola acertou o travessão.

O goleiro Tally Hall fez a melhor apresentação dele pelo Orlando City até o momento, executando seis defesas importantes. A equipe suportou a pressão do time da casa, empurrado por mais de 20 mil torcedores, que esgotaram os ingressos do Rio Tinto Stadium, até os 27 minutos, quando o Real chegou à ponta direita com o lateral Beltran, que cruzou na área dos Lions para a o gol de empate, do atacante argentino Sebastian Jaime. 1 a 1.

Aos 44 minutos, Kaká disputou uma jogada no campo de defesa com Javier Morales. O árbitro Sorin Stoica interpretou que o brasileiro teria pisado no meia argentino intencionalmente e mostrou cartão vermelho, expulsando o capitão do Orlando City do jogo ainda no primeiro tempo.

O Real Salt Lake chutaria 23 vezes a gol, contra 9 do Orlando City. Manteria 59% de posse de bola. Porém, a melhor chance do segundo tempo foi dos Lions.

Aos 17 minutos da etapa final, o inglês Lewis Neal cobrou falta levantando a bola na área, Seb Hines desviou de cabeça para seu companheiro de zaga, St Ledger, que cabeceou a poucos metros da linha do gol. O goleiro Attinella saltou no reflexo e desviou para escanteio.

“Eu penso que foi um esforço magnífico dos jogadores depois da expulsão”, disse o treinador do Orlando City, Adrian Heath. “Nós suportamos muita pressão. Ironicamente, nós tivemos as melhores chances da segunda etapa. St Ledger teve uma grande chance. Foi um grande segundo tempo para aquela situação. Nós fomos muito disciplinados, com boa formação. Eu não poderia estar mais orgulhoso.”

Adrian Heath não pôde contar com o volante Darwin Cerén, que defende a seleção de El Salvador na Copa Ouro, assim como o centroavante  Cyle Larin, convocado pela seleção do Canadá.

Além disso, o ala/ meia da seleção dos Estados Unidos, Brek Shea, está contundido, assim como o zagueiro francês Collin.

Os Lions voltam a Orlando no sábado, dia 11 de julho, para partida contra o FC Dallas. O jogo começa às 19h30 no horário local.

O Orlando City realizará um jogo temático brasileiro no dia 18 de julho, promovendo diversas homenagens ao Brasil antes e durante a partida contra o New York Red Bulls em Orlando. Entradas estão à venda em:http://orlan.do/1d1jX3H.

Real Salt Lake 1×1 Orlando City

Estádio: Rio Tinto Stadium
Local: Salt Lake City, Utah, EUA
Gols:
ORL – Kaka (Ribeiro) 5’
RSL – Jaime (Beltran) 27’
Cartões:
ORL – Higuita (Amarelo) 38’
ORL – Kaká (Vermelho) 45’
ORL – Rafael Ramos (Amarelo) 79’
RSL – Mansally (Amarelo) 89’
Escalações: 
 
Orlando City SC – Tally Hall; Rafael Ramos, Sean St. Ledger, Seb Hines e Luke Boden; Cristian Higuita, Lewis Neal, Erik Avila, Kaká e Carlos Rivas; Pedro Ribeiro (Amobi Okugo 90’)
Técnico: Adrian Heath
Real Salt Lake  – Jeff Attinella; Tony Beltran (Sebastian Saucedo 81’), Elias Vasquez, Demar Phillips (Abdoulie Mansally  51’) e Aaron Maund, Luis Gil, Javier Morales, Luke Mulholland, Joao Plata e Olmes Garcia; Sebastian Jaime (Devon Sandoval 73’)
Técnico: Jeff Cassar
Público: 20.956
Estatísticas
Chutes a gol:
ORL: 9
RSL: 23
Escanteios:
ORL: 9
RSL: 5
Impedimentos:
ORL: 0
RSL: 2
Faltas:
ORL: 15
RSL: 13
Defesas:
ORL: 6
RSL: 3
O Orlando City realizará um jogo temático brasileiro no dia 18 de julho, promovendo diversas homenagens ao Brasil antes e durante a partida contra o New York Red Bulls em Orlando. Entradas estão à venda em:http://orlan.do/1d1jX3H.

Para mais informações, acompanhe o Orlando City em www.OrlandoCitySC.comFacebookTwitter,YouTube e Instagram.