Flórida veta lei de carteiras de motoristas para imigrantes

Flórida veta lei de carteiras de motoristas para imigrantes

Governador vetou projeto de lei no dia 05 de junho.
 Congresso do estado tinha aprovado habilitação de um ano para imigrantes.

FlDriversLicenseO governador republicano da Flórida, Rick Scott, vetou um projeto de lei que teria permitido que imigrantes jovens ilegais obtivessem carteiras de motorista na Flórida, informou um comunicado divulgado no dia 5 de junho.

O congresso da Flórida de maioria republicana havia aprovado quase por unanimidade um projeto de lei que permitia que os imigrantes jovens que entraram no país sem documentos recebessem uma carteira de motorista válida por um ano.

Este projeto de lei beneficiava os estudantes ilegais que receberam permissão para continuar no país e adiar as ordens de deportação contra eles graças a uma medida aprovada pelo presidente Barack Obama em junho do ano passado.

Scott explicou que seu veto obedece à incapacidade do governo federal de aplicar leis conciliatórias em matéria de imigração, e questionou a medida do presidente Obama em relação aos jovens ilegais por não ter sido aprovada pelo Congresso em Washington.

Segundo o governador da Flórida, um estado com uma forte presença da comunidade hispânica nos Estados Unidos, a medida de Obama não justifica a concessão de uma licença para conduzir temporária a um imigrante.

Nos EUA, a carteira de motorista é a identificação pessoal mais importante para apresentar em todo o tipo de situações diárias.

Vários outros estados autorizaram a emissão da carteira de motorista para os imigrantes indocumentados, entre eles Connecticut, cuja legislatura aprovou proposta similar no dia 30 de maio. O governador democrata, Dannel Malloy, disse que assinaria o projeto de lei. Já Maryland, Illinois e Oregon adotaram oficialmente legislações similares esse ano. Em New Mexico, Washington e Utah, os indocumentados já podiam anteriormente adquirir o documento.

Da France Press