Fernanda Pontes: Um jeito especial de mostrar a realidade dos brasileiros

Fernanda Pontes: Um jeito especial de mostrar a realidade dos brasileiros

voltar

DEZ/14 – pág. 80

A apresentadora do “Planeta Brasil”, na Globo Internacional, fala da carreira, da família e do carinho pelos brasileiros: “ Tenho muito orgulho de ser brasileira e de fazer parte desta comunidade, agora aqui em Orlando!’’

Fernanda-PontesFernanda Pontes integra o seleto time de apresentadores do “Planeta Brasil”, na Globo Internacional, dividindo a apresentação com Natalia Bruscky, em Orlando, enfocando os desafios e conquistas dos emigrantes brasileiros. A notável correspondente da terra do Mickey Mouse é carinhosamente chamada pelos colegas de Fê e interage muito bem com os demais repórteres do programa – César Augusto (Miami) e Eliseu Caetano (New York) -, formando uma equipe sólida, atenta aos fatos de extrema valia para a nossa Comunidade. Residindo a pouco mais de um ano na cidade, ao lado do esposo, Diogo Boni – irmão do diretor Boninho e filho de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni-, e dos filhos, Maria Luiza, a Malu, e Matheus, a apresentadora não mede esforços e supera os inconvenientes para mostrar o Brasil, os cidadãos do mundo em reduto americano.

Após apresentar o “TV Globinho”e de ter atuado como atriz nas novelas “Gabriela” e “Flor do Caribe”, na Globo, Fernanda -natural de Niterói, no Rio de Janeiro -, resolveu encarar o novo desafio profissional de morar nos Estados Unidos ao assumir o posto de apresentadora do “Planeta Brasil”. Um passo acertado, pois a simpatia que lhe é peculiar atingiu o alvo e agradou. Querida pelos brasileiros, a Fê tem feito reportagens incríveis no país. O “Jornal Nossa Gente” conversou com Fernanda Pontes, oportunidade em que ela falou da honra de contar as histórias dos emigrantes, da importância da família, revelando o seu lado alegre e do prazer de se reunir com os amigos no seu tempo livre.

Jornal Nossa Gente – O Planeta Brasil retrata as dificuldades e conquistas dos emigrantes brasileiros nos Estados Unidos. Você participa da elaboração das pautas? Você tem autonomia para sugerir matérias?

Fernanda Pontes – Sim, na verdade faço o trabalho completo. Produzo as minhas pautas, sugiro matérias, vou atrás de boas histórias, escrevo o meu texto, decuplo as reportagens, além de apresentar o programa!

JNG – Qual o desafio, enquanto apresentadora, de mergulhar no universo de brasileiros que deixam o país em busca do sonho?

FP – Não acho que seja um desafio, e sim uma honra poder mostrar e contar histórias de brasileiros tão humanos, batalhadores e sonhadores! Procuro falar sobre a trajetória de cada um deles de forma leve e divertida. Me sinto feliz de chegar na casa das pessoas e ser tão bem recebida!

JNG – O emigrante brasileiro é um sonhador, um aventureiro ou o desbravador de seus próprios limites?

FP – O imigrante brasileiro é um guerreiro, que luta pelos seus sonhos com os pés nos chão. Admiro cada um deles que conheci até hoje, pois mesmo diante das dificuldades, foram à luta e jamais desistiram dos seus objetivos.

JNG – O brasileiro é um bom companheiro?

FP – O brasileiro é um ser humano incrível, acolhedor que carrega dentro de si uma alegria única. Tenho muito orgulho de ser brasileira e de fazer parte desta comunidade, agora aqui em Orlando!

JNG – Após as reportagens, enfim, no seu templo livre o que você gosta de fazer?

FP – Sou festeira e gosto de reunir os amigos e de estar sempre com a casa cheia. Também adoro conhecer lugares novos e passear com a minha família.

JNG – Você é de onde no Brasil?

FP – Sou de Niterói e morei minha vida inteira lá. Depois fui morar no Rio de Janeiro, quando me casei.

JNG – Antes de vir para Orlando, você já tinha morado nos Estados Unidos?

FP – É a primeira vez que moro fora! Estava há cinco anos emendando um trabalho atrás do outro, quando soube que teria 6 meses de férias. Decidi vir para Orlando, um lugar que já amava e onde tinha alguns amigos morando. Logo que cheguei, descobri que estava grávida e resolvi esticar a temporada de seis meses por mais tempo! No começo foi bem difícil ficar longe dos meus pais e dos meus amigos, mas logo fui me adaptando à minha nova rotina. O meu filho Matheus nasceu aqui e, em seguida, recebi o convite para apresentar o Planeta Brasil. Hoje não me vejo longe dos EUA. O que era só uma temporada agora virou para sempre!

JNG – Você apresentou outros programas? Pode contar um pouco sobre a sua trajetória na TV?

FP – Apresentei o ‘TV Globinho’ durante dois anos. Também trabalhei no Sportv, onde fazia transmissões ao vivo, e passei pelo Multishow. Depois que tive a Malu, minha primeira filha, atuei nas novelas ‘Gabriela’ e ‘Flor do Caribe’. Quando cursava a faculdade de Jornalismo, sempre sonhei em ser correspondente internacional. Agradeço a Deus por todas as oportunidades que tive! Nada foi fácil nem caiu do céu pra mim. Sempre tive que batalhar muito mas nunca desisti do meu maior sonho diante de nenhum obstáculo!

JNG – E como você vê o Brasil em época de transição, enfim, qual a sua opinião?

FP – Tenho esperança de que um dia os nossos governantes olharão para o nosso país como ele realmente precisa ser visto e cuidado!

JNG – Você é apresentadora imparcial ou se envolve na causa de seus entrevistados?

FP – Me envolvo, choro, sorrio, dou gargalhada, abraço. Me envolvo totalmente, em todas as histórias. Inclusive já fiz grandes amizades através das gravações. No Planeta Brasil, sou a Fernanda, não um personagem. Procuro contar a história de cada entrevistado mas quando vejo estou me divertindo com eles e é o que mais amo fazer ! Sou muito feliz trabalhando no Planeta Brasil.

WaltherAlvarenga

Walther Alvarenga