Feliz 2017!

Feliz 2017!

voltar

JAN/2017 – pág. 38

sua_saude_rosario

Nesta altura do ano, é impossível não olharmos em frente, com antecipação, e nos perguntarmos o que acontecerá neste ano de 2017. Esperamos que tudo de bom se manifeste para nós, nossas famílias e para o mundo. Inevitavelmente, com as mudanças políticas, virão as mudanças socioeconômicas e culturais, provavelmente em âmbito mundial. Mas precisamos focar naquilo que cada um de nós pode controlar: os nossos próprios objetivos, por exemplo: trabalhar menos/mais, perder/ganhar peso, voltar a/terminar de estudar, ganhar mais dinheiro etc.

É bom ter planos, mas devemos fazê-los de forma realista e com valor, pois isso é bom para nós e para os outros. Por exemplo, se fizermos uma dieta mais saudável, aqueles que nos amam se beneficiarão também. Devemos compartilhar os nossos objetivos com aqueles que possam nos apoiar, pois é sempre mais fácil tendo ajuda, por exemplo, de um treinador pessoal – personal trainer (Eu conheço um brasileiro excelente! e, se alguém precisar, é só me perguntar.)

James Wilson, PhD, escreveu um livro chamado “Fadiga Adrenal: Síndrome do Estresse do Século 21” e chama a atenção do leitor para o fato de que os problemas relacionados com as glândulas adrenais que, além de cansaço, podem causar irritabilidade, falta de claridade mental, dificuldades sexuais, aumento de peso, dores no corpo etc. e são frequentemente tratados pela medicina tradicional com remédios, como antidepressivos e antiansiedade (que não curam os problemas adrenais).

Junto-me ao Dr. Wilson para relembrar o leitor do impacto do estresse na qualidade de vida. Olhemos e solucionemos, naturalmente, dentro do possível, as causas do nosso estresse. Quero convidá-los, neste ano de 2017, para pensarem em vocês e em suas famílias e darem prioridade àquilo que possa fazê-los mais saudáveis física e espiritualmente. Por exemplo: se tem uma vida sedentária, tente mover-se mais; organize-se diariamente para tal, estacione o carro mais longe, desça ou suba as escadas, em vez de tomar o elevador; melhore a sua nutrição; faça voluntariado.

Se você anda sempre estressado, correndo para trás e para frente, faça meditação, yoga, tai-chi, qigong… exercícios que adicionam energia em vez de cansarem mais ainda, como realizando um exercício cardiovascular. Considere apoios alternativos como acupuntura ou medicina ayurvédica. Beba água. Brinque e passeie mais em 2017. Comece já e conte com o meu apoio! Desejo a todos um feliz 2017!

Se quiser comentar ou obter mais informações, telefone-me (inclusive sobre o grupo de apoio para todos os recém-chegados e imigrantes que se sentem sós e desesperados).

Para outras dicas ou recomendações, permitam-me recomendar os meus dois e-books e o vídeo, respectivamente: “Autoestima e Relacionamentos – Segredos Essenciais”, “Autoestima – Ferramentas Indispensáveis” e “Segredos Saborosos para um Bem-Estar Físico e Mental”, (http://www.ortigao.com/EbooksandVideos.en.html)


Rosario Ortigao, LMHC, MAC
Conselheira de Saúde Mental
407 628-1009
rosario@ortigao.com