Entrevista com o Pastor Nivaldo Nassiff: É tempo de renovar a esperança!

Entrevista com o Pastor Nivaldo Nassiff: É tempo de renovar a esperança!

voltar

DEZ/15 – pág. 34

Nassif03

Natal e Ano Novo são festividades que sempre nos convidam à reflexão. A primeira nos faz pensar sobre as bases da vida, como família, solidariedade, fé. A segunda, sobre como estamos trilhando a nossa jornada e o que podemos fazer para melhorar. Falar de Natal e Ano Novo é, portanto, renovar a esperança e reabastecer-se de ânimo. E para fechar o ano, convidei Pastor Nivaldo Nassif da First Baptist Orlando, ou seja Pastor do Ministério Brasileiro, dentro da igreja americana. Pastor Nassiff como é conhecido por todos, é casado há 35 anos com Carmem Lucia Nassiff, juntos tiveram três filhos, Camila 33, Rafael 30 e Bruna 26.

Pastor Nassiff é um grande conhecedor da palavra de Deus, e tem uma forma bem peculiar em transmiti-la, resultado disto é o grande numero de brasileiros que hoje em dia congregam neste ministério que se tornou tão importante para todos nós.

Nossa Gente – O mundo passa por momentos difíceis, vivemos em uma época de ajustamento, violência para todos os lados. É possível renovar esperança em tempos de crise?

Pastor Nassiff – Sim, o mundo sempre teve crises, sempre viveu em guerras, nação contra nação. Tempos de caos também são tempos de renovação, em tempos de caos surgem novas tecnologias, novas idéias, novos caminhos, novas alternativas. O ser humano não precisa de caos para se renovar, mas é no caos que ele se refaz, eu acredito sim, que é possível renovar. O que não podemos, é desistir da vida por causa da violência, seja domestica, da cidade, do pais ou da comunidade internacional, ou por violência gratuita no Brasil, pela corrupção. Temos que celebrar tudo o que for possível, temos que viver apesar da crise.

NG – Pastor Nassiff acha que hoje em dia as comemorações passam pelo lado social e econômico e o verdadeiro sentido do Natal vai se perdendo?

Pastor Nassiff – O verdadeiro sentido do natal se perdeu há muitos anos, vou contar uma historia interessante. Duas mocas estavam em um restaurante, muito felizes, comendo, bebendo. O garçom aproximou e perguntou se elas estavam comemorando alguma coisa, uma delas respondeu que sim, era o segundo aniversário do seu filhinho, hoje ele completa dois anos, e o garçom perguntou, e onde esta o seu filho, porque não o trouxe? Ela respondeu, não podia, se trouxéssemos meu filho, não poderia ter festa. Esse é o natal, hoje as festas são grandes e boas, mas sem o aniversariante, que é JESUS. E assim também foi com Jesus, segundo a Bíblia, José e Maria estavam andando pela cidade de Belém e chegou o momento de Maria dar a luz, José batia na porta das casas, nos hotéis, nos estaleiros, não tinha lugar, e a reposta era sempre a mesma, está lotado. Não havia lugar para Jesus nascer. E assim é até hoje, Jesus não tem espaço na maioria das casas que festeja o aniversário Dele. O sentido do natal é: Jesus nasceu, cresceu, morreu na cruz por nós e ressuscitou no terceiro dia para ser o nosso salvador.

NG – Naquilo que nos cabe, as coisas que fazem a vida valer a pena, seja no âmbito das relações afetivas ou das realizações cotidianas, como podemos ter uma família saudável?

Pastor Nassiff – Os valores estão trocados ou inexistentes. Antigamente nos tínhamos algumas noções do que é certo e errado, que hoje se tornou muito relativo. O que é certo e o que é bom, é o que é certo e o que é bom para mim, isto chama relativismo, o mundo vive esse relativismo social, que é perigosíssimo. Hoje em dia o mundo acredita que ser autêntico é o que trás felicidade, há anos atrás se acreditava que a construção de uma família e que a minha doação ao outro era o segredo da felicidade. A minha prioridade de vida não é ser feliz é fazer minha esposa feliz, a prioridade de vida de minha esposa é me fazer feliz, assim vivemos há 35 anos juntos e estamos felizes, isto é se anular? Não, é uma decisão de vida. Uma família saudável é quando os filhos vêem os pais se amando, se beijando, se respeitando. Sendo assim os filhos têm mais esperança, sonham mais com a vida e são mais felizes, mas o contrario também é verdadeiro. Em psicologia podemos dizer o seguinte: o ambiente de uma casa se perpetua nos filhos até a quinta e quarta geração. O que eu sou é herança do meu passado, e o que os meus filhos serão eu posso mudar, a partir do momento que eu decido ser diferente.

Nassif02

NG – A verdadeira história do Natal é a história de Deus se tornando um ser humano na Pessoa de Jesus Cristo. Por que Deus fez isso?

Pastor Nassiff – A Bíblia diz que Deus amou o mundo: “ Porque Deus amou o mundo de tal maneira que aquele que Nele creia não pereça mas tenha vida eterna” (João 3:16), e palavra MUNDO tem haver com pessoas, e também a Bíblia diz que salário do pecado é a morte: “Porque todos pecaram e separados estão da gloria de Deus” (Rom3:23). E Deus em um ato de resgate do ser humano Ele manda Jesus nascer, morrer e ressuscitar por nós. Por que Ele veio? Porque Ele nos ama e nos quer de volta. Todo ser humano é religioso, todos ser humano tem uma busca para com a divindade. Então Deus desce como ser humano na pessoa de JESUS CRISTO.

NG – Vivemos em Orlando, conhecida como a cidade onde os sonhos se tornam realidade. Verdadeiramente, onde os nossos sonhos se tornam realidade?

Pastor Nassiff – Fiz um casamento dentro da Disney esses dias, e realmente foi muito lindo. A janela do fundo dava para o castelo da Disney.
Ao final do casamento quando eles já estavam no meio da passarela eu os chamei e disse: vocês estão nas terras de Disney, onde dizem que os sonhos se tornam realidade, mas aqui os seus sonhos não se tornam realidade. O lugar da realização dos sonhos chama-se a pessoa de JESUS CRISTO. Com Jesus no coração eu posso tornar os meus sonhos realidade, quem tem Jesus, tem aquele que transforma os seus sonhos numa realidade, e sua realidade num sonho bonito de viver.

NG – O espaço esta aberto para pastor falar ao leitor do Nossa Gente.

Pastor Nassiff – Há esperança, sempre a esperança. Volto a dizer, no caos nascem novas visões do mundo. Não pare, segue sonhando e buscando melhores alternativas, viva, viaje, ria, celebre, ame, se apaixone, abrace. Celebre a vida e não desista da vida jamais, e seja feliz!


euzMarcileia A. Ribeiro
Jornalista e Administradora do Grupo do Facebook “Descobrindo Orlando”.