Entrevista com o autor de Verdades Secretas, Walcyr Carrasco

Entrevista com o autor de Verdades Secretas, Walcyr Carrasco

143877_36Walcyr Carrasco é jornalista por formação. Mas desde os seus 28 anos dedica-se também à escrita de livros, novelas e peças de teatro. São mais 60 títulos escritos. Ele é autor de sucessos como ‘O Cravo e a Rosa’, ‘A Padroeira’, ‘Chocolate com Pimenta’, ‘Sete Pecados’, ‘Caras e Bocas’, ‘Morde e Assopra’, ‘Gabriela’ e ‘Amor à Vida’.

Essa é a primeira novela autoral do horário. Existe alguma particularidade que faz deste trabalho um desafio? 

Sim, o fato de ser a primeira novela do horário, trabalhando em um tema complexo, que me levou a meus tempos de repórter. Fiz uma pesquisa em profundidade sobre o que há por trás do mundo da moda.

E O que encontrou nesta sua pesquisa? O que mais te chamou atenção a ponto de fazer parte da história desta novela?

A existência de um mundo oculto por trás do glamour e da sedução de consumo, cheio de armadilhas.

Alguns personagens acabam seguindo por caminhos tortuosos. Podemos dizer que muitos são atraídos pelo desejo, pela ambição, pelo poder ou pela vaidade?

O que de fato acontece é que o luxo, o dinheiro, a atração por esse mundo sedutor do consumo e também o desejo podem levar alguém a caminhos inesperados. E de repente se descobre que junto com uma vida que parece maravilhosa, há um preço grande a pagar.

Aliás, por que falar deste universo? Qual é a sua relação com a moda? 

Eu particularmente adoro esse mundo. Fui inclusive diretor da Vogue, e também da revista Interview, que abordava o mundo fashion. Compro sempre revistas internacionais, estou a par do que acontece na moda.

Mas podemos afirmar que a novela conta uma história de amor e paixão usando como cenário os bastidores do mundo da moda?

Sem dúvida.

Arlete/Angel e Alexandre são os protagonistas desta trama. A história deles tem espaço para que o amor aconteça? Se isso acontecer, como fica Carolina?

Ah, essa pergunta só poderá ser respondida nos capítulos finais da novela. Para saber, é preciso assisti-la.

A protagonista estará envolvida com prostituição. O que o público pode esperar desta trama?

O público pode esperar um tratamento realista que, de certa forma, é também um alerta. E muito romance e amor verdadeiro.

‘Verdades Secretas’ também vai colocar em pauta o uso das drogas. Como você pretende abordar o assunto? Quais personagens estarão envolvidos com essa trama e como isso deve acontecer?

Eu vou colocar de forma realista. Fiz uma pesquisa intensa sobre o assunto. Inclusive tenho um livro para adolescentes, “Vida de Droga”, que fala sobre uma menina viciada em crack, adotado há quase 20 anos por escolas de todo o país. Também tenho uma peça, “Êxtase”, sobre o mesmo tema, que está sendo remontada em São Paulo por Dionísio Neto. Ganhei o Prêmio Shell com ela, na primeira montagem. Eu, pessoalmente, não uso drogas, embora conheça pessoas que usem, desde minha adolescência. Isso me permite ter uma visão ampla a respeito. Quero mostrar a armadilha da droga, que parece fascinante num primeiro momento, mas que no final das contas, destrói vidas.

Você está abordando o tema da terceira idade com a personagem da Eva Wilma. Por que tratar deste tema?

A velhice é um tema que me atrai, a decadência econômica também. Como uma pessoa pode mudar de vida quando já não tem, às vezes, condições físicas para reiniciar?

Você está trazendo conflitos familiares, explorados em diversos aspectos. Por quê?

Porque há uma certa hipocrisia em toda a sociedade, que acaba sendo mais prejudicial que construtiva, principalmente em relação aos jovens. Pais e mães raramente conhecem seus filhos profundamente. Essa novela é uma oportunidade de colocar temas em discussão na família. Na minha opinião, em várias questões, tanto no amor, como na vida sexual e até nas drogas, só o amor entre pais, mães e filhos pode funcionar. A mãe ou o pai têm que se transformar em um amigo do filho ou da filha para quando, por exemplo, um deles tiver contato com a droga, contar aos pais e ouvir a opinião deles. Da mesma forma, para quando surgirem outras armadilhas da vida. Botar a verdade na mesa é a melhor maneira de construir uma família. Nesse sentido, mesmo abordando temas complexos e realistas, acredito que “Verdades Secretas” contribuirá para a família brasileira, e o relacionamento das pessoas em geral diante das armadilhas da vida.

Vocês apresentarão uma atriz estreante no papel principal. Você participou da escolha da Camila Queiroz? O que ela tem de especial?

Participei sim. O que ela tem de especial? Ela realmente é especial, e possui uma certa inocência, pureza, fundamental para a personagem.

Muitos atores escalados para a novela têm ou já tiveram experiências como modelos. Esse foi um pedido seu? 

Sim, nós procuramos tipos físicos relacionados ao mundo da moda, inclusive com alguma experiência em passarela e como modelos fotográficos.