Conheça seu direito e procedimento ao comprar Seguro Saúde nos EUA

Conheça seu direito e procedimento ao comprar Seguro Saúde nos EUA

Para esclarecer dúvidas, o “Nossa Gente” conversou com Paulo de Souza – Agente Licenciado no Estado da Flórida, Certificado para Medicare e ACA (Obamacare) – evitando informações improcedentes que podem complicar e gerar multas

Edição de janeiro/2018 – pág. 14

Conheça seu direito e procedimento ao comprar Seguro Saúde nos EUA

O Seguro de Saúde nos EUA é de extrema importância para todo o cidadão neste país – dependendo de seu status legal e visto –, com as qualificações necessárias de atendimento no seu dia a dia. E para esclarecer dúvidas quanto aos deveres e cuidados do segurado do Obamacare, Paulo de Souza, Agente Licenciado no Estado da Flórida, Certificado para Medicare e ACA (Obamacare), traz informações imprescindíveis a você leitor, o que fará toda diferença para o seu futuro – e dos respectivos familiares. “Você sabendo como funciona o sistema pode corrigir seus erros ou não cometê-los”, alerta o Agente.

É evidente que o brasileiro que reside nos EUA tem por obrigação ter um seguro de saúde qualificado – que possua coberturas exclusivas em casos de urgência e emergência –, evitando multas desnecessárias por falta de informação. Há todo um processo vigente que exige do segurado cautela, evitando aborrecimentos e possíveis constrangimentos. E se você é residente ou possui, por exemplo, visto de Estudante, Visto de Investidor ou esteja com status ilegal no país, acompanhe as orientações.

Jornal Nossa Gente – Quais os cuidados e obrigações do brasileiro que reside nos EUA na questão do seguro saúde?

Paulo de Souza – Todo brasileiro vivendo nos Estados Unidos deve ter um seguro saúde, e dependendo de seu status legal e visto tem também a obrigação de ter um seguro de saúde qualificado, ou pagarão uma multa quando preencherem seu Imposto de Renda, lembrando de que não haverá mais multa a partir de 2019, imposto a ser preenchido em Janeiro de 2020.

JNG – O brasileiro indocumentado deve comprar o Seguro Emergência? É um procedimento recomendável?

PS – Imigrantes sem status às vezes, podem comprar um seguro de emergência, que cobre acidentes. Estes seguros, no entanto, não são qualificados e não cobrem doenças preexistentes e gravidez. São muitos limitados e têm prazos em que podem ser adquiridos: Menos de seis meses da última entrada nos Estados Unidos, com algumas exceções.

JNG – No caso do emigrante que possua apenas o Visto de Estudantes, qual o seu direito em relação ao Seguro Saúde?

PS – Imigrante com Visto de Estudante pode comprar seguros de emergência, seguros short-term – não cobrem doenças preexistentes e gravidez –, e seguros qualificados (OBAMACARE), que cobrem doenças preexistentes e gravidez. Entretanto, não pode usar o Tax Credit que ajuda a diminuir o preço dos serviços.

JNG – No caso do emigrante com Visto de Investidor, com Green Card ou outro tipo de visto que garanta a sua permanência nos EUA, qual a sua recomendação?

PS – Imigrantes com outros tipos de visto como Visto de Investidor, vistos especiais, Green Cards, etc, que esteja vivendo legalmente nos Estados Unidos, têm a obrigação de comprar seguro saúde ou pagar a multa por não ter um. Esta multa é de $695 por pessoa da família – 50% deste valor para menores de 18 anos – ou 2,5% da renda familiar, o que for maior. Ou seja, se você é obrigado a declarar o Imposto de Renda nos EUA, você tem que ter o seguro, com algumas exceções. Muitas vezes, dependendo de seu visto e renda você pode usar o Tax Credit. Consulte sempre seu advogado de imigração e o seu contador.

JNG – Agora, no caso do brasileiro que possui o Visto de Turista, é recomendável que faça o Seguro Viagem?

PS – Quem possui o Visto de turista – B1/B2 –, pessoas que estão nos Estados Unidos de passagem, fazendo turismo, podem comprar apenas seguro de emergência, e em alguns casos um Short Term. São pessoas, que não tem “status” de morador residente, mas que podem se utilizar desse seguro.

JNG – O que significa exatamente Medicaid e Medicare?

PS – ‘Medicaid’ é um programa para pessoas de baixa renda. Quem tem direito são os Cidadãos Americanos e portadores de Green Card, depois de cinco anos. Muita gente acha que não tem problema e aplica para este seguro o que pode prejudicá-lo enormemente em uma futura legalização. Já o ‘Medicare’ é um programa para quem completa 65 anos ou antes se for considerado inválido. Outros requisitos para se obter este seguro é ter contribuído com o Social Security por mais de 10 anos, ser cidadão americano ou portador de Green Card por mais de cinco anos – neste caso pagará por uma boa parte do seguro. Todo seguro nos Estados Unidos tem um sistema de copays, co-insurance e deductibles, que você paga quando começa a usar o seguro. Além da prestação, você sempre vai ter que pagar mais alguma coisa, no caso de usar o seguro.

JNG – A sua orientação é de extrema valia para pessoas em dúvida de como se proceder no país quanto ao seguro saúde.

PS – Espero que esta explanação ajude você, leitor, a entender um pouco mais sobre o sistema de seguros de saúde nos Estados Unidos. Trata-se de um trâmite que é bem complexo. É importante comprar o seguro com quem é devidamente e licenciado, evitando surpresas desagradáveis. E todo cuidado é necessário, pois uma aplicação errada pode prejudicar muito sua vida no país. Estou à disposição de todos para quaisquer dúvidas, portanto, você poderá entrar em contato através dos telefones 407-276-6108 ou 407-502-0203.