Como lidar com as tempestades naturais

Como lidar com as tempestades naturais

Edição de setembro/2017 – pág. 38

Escrevo este breve artigo no meio do furacão Irma. Sinto-me perto de todos. Estamos em nossas casas ou na casa de familiares ou amigos, depois dos preparativos à espera do furacão e na esperança de que nada de grave aconteça. O mundo está rezando por nós.

A vida é cheia de contrastes, e assim damos valor e encontramos prazeres. Quando estamos preocupados, é bom estar uns com os outros conversando, cozinhando, compartilhando nossas refeições, descansando ou arrumando nossos espaços para os quais, infelizmente, nem sempre temos muito tempo.

Quando estamos tensos, dormir, ler, jogar cartas ou outro jogo ou rir, principalmente rir, é maravilhoso. Embora assistir à televisão, checar informações no computador ou telefone para saber a posição e o percurso do furacão é bom, limitar a quantidade dessas informações e intercalá-las com um filme, música ou algo divertido são melhores ainda. Se há crianças em casa, além de tudo, precisa-se manter a calma para que elas se sintam seguras.

Fazer exercício, ioga e respiração ajudam muito. Para quem tem fé… rezar a Deus um terço é muito reconfortante. Com fé ou não, meditar é excelente. Concentrar o pensamento em algo neutro, como um lugar tranquilo (praia, montanha, um momento agradável). No Youtube, existem ideias criativas e gratuitas.

Termino este rápido artigo, praticando o que escrevo: respirando mais profundamente (pelo nariz, não pela boca) e mais devagar, desejando paz e amor aos corações de todos, bem como oportunidades para nos ajudar mais no pós “Irma”.

Se quiser comentar algo ou obter mais informações, telefone-me (inclusive sobre o grupo de apoio para todos os recém-chegados e imigrantes, que se sentem sós e desesperados). Para outras dicas ou recomendações, considere os meus dois e-books e vídeo respectivamente: “Autoestima e Relacionamentos – Segredos Essenciais”, “Autoestima – Ferramentas Indispensáveis” e “Segredos Saborosos para um Bem-Estar Físico e Mental”.