Brasileira acusada de mortes em acidente nos EUA está foragida

Brasileira acusada de mortes em acidente nos EUA está foragida

Mulher de 29 anos dirigia carro que virou em rodovia, matando dois. Promotoria afirma que ela havia ingerido álcool.

bandeiraO portal de notícias NJ.com informa que a brasileira Rafaella Maranhão, de 29 anos, foi indiciada por um tribunal de Nova Jersey, nos EUA, por causa da morte de duas pessoas em um acidente com o carro que ela dirigia. Ela terá de responder a duas acusações de homicídio. A promotoria afirma que Rafaella havia consumido álcool antes de conduzir o veículo, um Nissan Maxima 2005, numa rodovia no dia 11 de maio de 2014.

O carro virou na estrada e bateu em uma barreira. O americano Peter Figueroa, que estava no banco de passageiro dianteiro, morreu no local. Outras duas pessoas que estavam no veículo, Taleisha Charles e Prince Stoney, além de Rafaella, chegaram a ser hospitalizados. Stoney acabou morrendo também.

Na época das mortes, Rafaella vivia na cidade de Harrison, segundo o NJ.com. Após o acidente, no entanto, ela voltou ao Brasil e agora é considerada foragida nos Estados Unidos. O G1 não conseguiu localizar a acusada. O local de origem da acusada no Brasil não foi divulgado.

Fonte: g1.globo.com