“Bis Entertainment” comemora aniversário com show de Hassum

“Bis Entertainment” comemora aniversário com show de Hassum

voltar

AGO/2016 – pág. 26

Engraçado, mas verdadeiro em suas colocações, Leandro Hassum celebrou em alto estilo o primeiro aniversário da “Bis Entertainment”, com o stand up Comedy “Lente de Aumento”. No encontro com a imprensa o humorista falou de novos projetos e da vinda com a família para residir na Flórida

Hassum01Leandro Hassum, um dos comediantes mais respeitados do Brasil, recordista de público no cinema e no teatro, foi sucesso absoluto na apresentação do stand up Comedy “Lente de Aumento”, no “Dr. Phillips Performing Arts Center”, em Downtown Orlando, celebrando com chave de ouro o primeiro aniversário da “Bis Entertainment” – que traz grandes atrações para a cidade -, sob o comando da empresária e produtora de espetáculos, Priscila Triska. Magro e bem-humorado, o comediante roubou a cena, a todo momento criando situações engraçadas, afirmando inclusive ser o ex-gordo gostoso, amado pelos brasileiros. Durante a entrevista, falou da decisão de se mudar com a família para a Flórida, e do programa de humor que vem elaborando para ser veiculado na Globo Internacional. À vinda do ator da continuidade ao bem-sucedido projeto de incentivo à cultura teatral, que já prepara outra atração para o mês de outubro, voltada para o público infantil. “O projeto tomou grandes proporções e a palavra que traduz tudo isso é gratidão”, ressalta Priscila. “Foi lindo, as pessoas acreditaram na proposta e criou-se uma família nesse projeto. O Hassum esteve ótimo na sua apresentação e o público amou. Uma pessoa generosa, altruísta, e o resultado não poderia ter sido melhor”, reforça.

Adiantou Priscila que os trâmites para a nova atração em outubro já estão sendo preparados, desta vez voltada para o público infantil. “Nos Estados Unidos não se comemora o dia da criança, mas vamos trazer um grande espetáculo infantil e a garotada vai adorar. Estamos viabilizando alguns detalhes e, em breve vou divulgar as informações da apresentação que acontecerá em Orlando”, justifica. E quanto à vinda definitiva de Orlando Hassum e a família para Orlando, explica a empresária que o humorista está definindo onde será a sua permanência na Flórida. “O Hassum tem casa em Miami e em Orlando, mas, segundo ele, haverá um consenso entre as cidades onde pretende morar, mas acredito que a escolha será mesmo Orlando. Torço para que ele e sua família venham para cá, lembrando que ele continuará os seus trabalhos no Brasil”, conclui.

O humorista Leandro Hassum conversou com a imprensa, em encontro que antecedeu a apresentação do stand up Comedy “Lente de Aumento”. Espontâneo e demonstrando o carisma que lhe é peculiar, o comediante foi extremamente cordial, com um visual inovado – bem mais magro –, longe de ser o “gordo gostoso”, como ele mesmo se intitulava. Inevitavelmente, Hassum foi engraçado o tempo todo, mas verdadeiro em suas colocações. “Eu amo os Estados Unidos, amo Orlando, tenho uma casa aqui e estou sempre comendo pizza (risos). E se vocês não gostarem do show, podem jogar microfones em mim porque aqui o microfone custa barato. É só ir na Best Buy e comprar outro (risos)”.

Indagado sobre o visual magro, após a cirurgia bariátrica, o humorista foi categórico: “estou me sentindo muito bem, tenho quarenta e dois e anos e estou muito feliz. Eu nunca tive problema com a minha gordura, me achava lindo, e continuo me achando lindo. Sou um ex-gordo gostoso. Tenho um ego lá em cima, uma filha de dezesseis anos e uma mulher maravilhosa. E quando saio com as duas, pensam que sou o pai delas (risos). Mas a cirurgia foi necessária porque perdi parte da minha agilidade e faço humor físico muito grande. Eu estava preocupado com a minha saúde. E a minha grande inspiração são os mestres da comédia como Jerry Lewis, About e Costello, que são referências norte-americanas. Mas resolvi fazer a cirurgia com muito medo porque tenho um medo de morrer danado. Só viajo de avião dopado. Mas estou resolvendo morar aqui de vez, até o final do ano. A princípio pensei em Boca Raton, que tem um estilo de Madureira e fica perto de Miami (risos)”.

Enfatizou Hassum que o fato de ter emagrecido não irá interferir no seu trabalho humorístico já que o público o consagrou como o gordinho mais engraçado e querido do Brasil. “Isso não interfere porque sou um ator e continuo fazendo o meu trabalho normalmente. Estou muito a frente de uma barriga”, alfineta. “Eu acredito muito nisso. Graças da Deus tem dado muito certo e foi a melhor escolha que eu fiz na minha vida, a saúde”, ressalta. “A minha vida mudou muito porque estou malhando, praticando esportes, cuidando do cabelo, da roupa, estou mais vaidoso. Passo creme no rosto, no corpo, estou quase bicha (risos)”.

Hassum02E falando de seus personagens no humor, quando perguntado, Leandro se referiu ao Jorginho, da dupla “Os caras de Pau”, onde contracenava com  Marcius Melhem. “Fiz o personagem durante dez anos e gostei bastante. Tenho uma carreira de vinte e sete anos no teatro e esse personagem marcou realmente porque me lançou na televisão, me popularizou. Eu entrei no Zorra Total, trabalhei com o Chico Anysio, mas o Jorginho me consagrou. No cinema adorei fazer o Tino – do filme ‘Até que a Sorte nos Separe’ -, que me lançou no cinema, fizemos a terceira continuação de uma franquia de sucesso no Brasil”, avalia. “O engraçado é que depois que emagreci começou um questionamento sobre a minha pessoa, e, com todo respeito à mídia, mas têm alguns jornalistas, claro, não são todos, falando bobagens. Começou a circular na mídia boatos dizendo que eu tinha perdido papéis porque emagreci. Modéstia à parte eu estou em um momento tão bacana de minha carreira que quem escolhe sou eu. Quem nega trabalho hoje sou eu. Eu produzo as minhas peças, produzo os meus filmes, sou o criador de programas na Globo. Ao contrário do que dizem, sou convidado para muitos papéis. Recentemente fiz o filme Dona Flor e Seus Dois Maridos, interpretando um dos maridos da Juliana Paes. Vocês acham que eu faria o personagem antes?”, indaga mostrando o físico. “Sou convidado pelo meu trabalho de ator e não mais pelo meu tipo físico. E não penso em fazer apenas papéis dramáticos, penso em bons trabalhos. Adoraria roubar o papel do Cauã Reymond (risos)”.

Questionado sobre a decisão de morar nos Estados Unidos com a família, motivado pela segurança que o país oferece ou pela instabilidade econômica no Brasil, disse Hassum que, “não dá para afastar hoje em dia a situação política e econômica do nosso país, e a questão de segurança. Infelizmente eu vivo no Rio de Janeiro e, se fico parado no trânsito, fico preocupado, temendo ser assaltado. Amo o meu país, um país lindo, um povo maravilhoso, no entanto, quando você tem filhos e esposa é algo que assusta. O segundo ponto é que sou apaixonado pelos Estados Unidos, desde garoto. Venho a esse país desde os oito anos de idade. Gosto do estilo americano de viver e acho que o momento é agora. A minha esposa trabalha com moda, moda praia, tem uma loja no Brasil e vamos trazê-la para os Estados Unidos. A princípio escolhemos Boca Raton no primeiro momento por ser mais perto de Miami, que têm voos diretos para o Brasil, pois vou ficar na ponte aérea. A família fica aqui, mas vou ficar no bate e volta”.

Adiantou Leandro que está acertando com a Globo Internacional para comandar um programa de humor e entrevistas na emissora, aproveitando a sua estada no país. “Claro que vou continuar trabalhando no Brasil, mas quero abrir espaços aqui. Quero fazer algumas coisas em Los Angeles também, estou fazendo alguns amigos por lá e pretendo fazer um trabalho de direção, vou aprimorar as ideias”, conclui.


WaltherAlvarenga

Walther Alvarenga