Banda Blitz realiza turnê dos 30 anos em Orlando

Banda Blitz realiza turnê dos 30 anos em Orlando

Ao som de rock, pop, reggae, blues e eletrônico, misturando as baladas de gaita e violão, canto falado e as respostas das meninas eternizaram o típico bom-humor da banda. Em junho, prepare-se para assistir ao super show

blitz2

A Banda Blitz, ícone musical dos anos 80, que marcou sua trajetória de sucesso no Brasil e no exterior é a grande atração de Orlando, no próximo dia 18 de junho, no “Señor Frog’s Orlando”, comemorando 30 anos de carreira. Com uma performance enigmática, que mudou os padrões convencionais da música, através de letras debochadas, ritmo alucinante e personagens cativantes, a Blitz, agora com nova formação, traz o vocalista Evandro Mesquita – que também é ator -, interpretando as músicas que fizeram história, incluindo no repertório a inesquecível, “Você Não Soube me Amar”, lembra?

Vinda de shows improvisados, em bares da zona sul, no Rio, a banda tomou forma e começou a virar mania nacional e vendeu um milhão de discos. Em pouco tempo, conquistou a simpatia do público quando gravou o compacto “Você Não Soube Me Amar”, que só tinha essa música. No lado B do disco – não existia CD na ocasião -, uma voz repetia “nada, nada, nada”. Em três meses o compacto vendeu 100 mil cópias e aquela canção diferente, meio cantada, meio falada, cheia de swing, gírias e de alegria virou febre. Em seguida foi lançado o LP “As Aventuras da Blitz”, com uma venda ainda mais impressionante que a do compacto.

Mas quem era a banda que mexia com quem quer que fosse? Tentaram classificar a Blitz como Rock, mas ela era inclassificável na melhor acepção do termo. E isso tinha muito a ver com a sua origem, o grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone, que marcou época pela irreverência e inovação. De lá saiu Evandro Mesquita, o homem de frente do grupo, responsável por boa parte das letras. De lá saiu também a atriz Patrícia Travassos, que dirigiu os primeiros shows do grupo e imprimiu a eles a marca do espetáculo músico-teatral.

Evandro não só cantava, mas também dialogava com as garotas do backing vocal, a cantora Márcia Bulcão e a amiga dela, a bailarina Fernanda Abreu. Na cozinha musical, jovens talentosos como Billy Forghieri (teclados, ex–Gang 90), Ricardo Barreto (guitarra), Antonio Pedro (baixo, ex-Mutantes) e Lobão (bateria) garantiam som de primeira.

Trajetória da Blitz

Os anos de ouro do grupo vão de 1982 a 1986. Nessa época a Banda Blitz lançou três discos, fez centenas de shows no Brasil e no exterior, entre eles as antológicas apresentações no “Rock in Rio I”, e se dissolveu às vésperas da gravação do quatro disco. Voltou a se reunir e a se separar nos anos 90. Ganhou o Troféu Imprensa de Melhor Conjunto Musical em 1984 e se separou logo em seguida, em 1986. Mas a Blitz está de volta, resgatando o sucesso de sua trajetória inesquecível. Com uma nova formação, mas mantendo Evandro Mesquita à frente do grupo, a Blitz promete emocionar na sua apresentação em Orlando.

Ao som de rock, pop, reggae, blues e eletrônico, misturando as baladas de gaita e violão, letras bem sacadas, guitarras, canto falado e as respostas das meninas eternizaram o típico bom-humor da banda. Com uma formação estável que toca junto há cerca de sete anos a Blitz já gravou três CDs e dois DVDs. Além de Evandro Mesquita (vocal, guitarra e violão), a nova formação da Blitz traz Billy(teclados), Juba (bateria), Rogério Meanda (guitarra), Cláudia Niemeyer (baixo), Andrea Coutinho (backing vocal) e Mariana Salvaterra (backing vocal).

Serviço:

Turner Túnel do Tempo Blitz 30 anos
Señor Frog’s Orlando
Dia 18 de junho
Informações e ingressos:
(407) 257-3842
(407) 968-1729
www.facebook.com/blitzsenorfrogs