Azul chega a Orlando com inovação nos voos

David Neeleman, Fundador e CEO da Azul e Jim Rose Deputy Executive Director do Aeroporto de Orlando
David Neeleman, Fundador e CEO da Azul
e Jim Rose Deputy Executive Director do Aeroporto de Orlando

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras dá um passo importante em sua rota de voos para os Estados Unidos e chega a Orlando, no Aeroporto Internacional de Orlando, comemorando o primeiro voo. E para enaltecer esta importante conquista, foi realizado um almoço com os executivos da Azul, com o Trade Turístico e a imprensa, ocasião em que foi apresentada a equipe de voo. A aeronave, como manda a tradição, foi recepcionada com um banho de água dado pelos bombeiros do aeroporto. A companhia também celebrou os seis anos de atividades, completados no último dia 15 de dezembro. David Neeleman, Fundador e CEO da Azul, brindou o acontecimento, falando da importância da internacionalização da empresa. “Estamos muito felizes em poder oferecer nossos serviços aos consumidores além das fronteiras brasileiras”,

David Neeleman abriu a empresa há apenas seis anos e já transportou mais de 100 milhões de passageiros no Brasil, transformando o mercado aéreo brasileiro, baixando tarifas e oferecendo muito mais conforto nos voos. Segundo ele, quando perguntavam aos clientes qual o novo voo que eles gostariam de ter, a grande maioria respondia Orlando. “E aqui estamos nós, com voos lotados nos próximos meses e já com planos para colocar mais novos voos diários para o destino”, informou. A azul vende seus tickets pelo site da companhia a partir de $888,00 – ida e vota a Orlando – já com fees e taxas incluídas.

Claudia Menezes e Fernando Cota da Pegasus, Jay Santos do Visit Orlando, Gaston Rodrigues da Azul e Claudio Costa da Costa Brazil
Claudia Menezes e Fernando Cota da Pegasus, Jay Santos do Visit Orlando, Gaston Rodrigues da Azul e Claudio Costa da Costa Brazil

A chegada da Azul à Flórida é vista como o início da expansão internacional da empresa, que pretende chegar a outros aeroportos americanos em 2015. “Estamos muito felizes em poder oferecer nossos serviços aos consumidores além das fronteiras brasileiras”, disse o fundador da empresa, David Neeleman. Ele foi também o fundador da JetBlue, em 1998, empresa que é hoje líder em voos saindo de Fort Lauderdale com 20.6% dos passageiros. Por dia, o aeroporto recebe 700 voos de trinta companhias. A Azul foi eleita pela quarta vez consecutiva a melhor companhia aérea low-cost da América do Sul pela “Skytrax World Airline Awards”. A premiação é uma das mais reconhecidas do mundo e é um referencial de excelência no setor aéreo.

Classe Econômica

A grande novidade da Azul é que as aeronaves terão poltronas que viram sofá cama na Classe Econômica, nos voos para os Estados Unidos. As poltronas serão revestidas em couro, proporcionando uma viagem mais agradável, e uma separação entre fileiras de 78 centímetros A companhia irá renovar o interior das sete aeronaves, modificando completamente a configuração interna, ainda no primeiro semestre de 2015. A empresa será a pioneira no Brasil na introdução de um novo padrão de conforto que, na Classe Econômica, por exemplo, apresentará o SkySofa, que é um grupo de quatro poltronas que se transformam em um confortável sofá para toda a família. “Um produto diferenciado, que possibilita muito mais comodidade para viagens em família ou em casais”, afirma Gianfranco Beting, diretor de Comunicação Marca e responsável pelo desenvolvimento do produto.

Classe executiva

14350651Confortável e privativa cama, com reclinação de 180°, que vai garantir o máximo descanso e comodidade para dormir, ler, assistir à ampla programação de entretenimento, ou até mesmo trabalhar. A disposição dos assentos, no formato 1-2-1, oferecerá acesso direto aos corredores, permitindo ainda mais conforto. Quanto ao entretenimento de bordo, a Azul trará com exclusividade ao Brasil o mais avançado sistema de entretenimento do mundo: o Panasonic eX3. Telas de LCD touch screen de altíssima definição oferecerão dezenas de canais de filmes, músicas e jogos.