Alho: o fantástico multifuncional da culinária e da saúde

voltar

MAR/14 – pág. 74

alhoNa saúde, desde a antiguidade, o alho é utilizado na composição de vários medicamentos benéficos para o coração e para a circulação sanguínea, com ótimo valor nutricional e várias vitaminas. Ele é também indicado como auxiliar no tratamento de hipertensão arterial leve, na redução dos níveis de colesterol, além da capacidade de previnir resfriados e outras doenças infecciosas.

No entanto, é na culinária que ele se mostra o mais versátil de todos os condimentos. Até já se falou, com certo exagero, que seria impossível cozinhar sem ele. O alho faz parte da família do lírio e é parente da cebola, da cebolinha verde e do alho-poró. Seus dentes, preparados crus, fritos ou cozidos, inteiros, cortados, picados ou esmagados, têm o poder de enriquecer todo tipo de prato, das saladas às sopas, das carnes às massas, das aves aos peixes e sei lá mais o quê…

O aroma e o sabor final desse importante condimento dependem mais da maneira como é preparado e menos da quantidade utilizada. No alho inteiro, eles são mais suaves. Se picados, ficam mais fortes. Se forem esmagados, atingem a sua maior potência. A título de ilustração, veja que, em uma receita de Frango recheado com 40 dentes inteiros de alho, o aroma e o sabor são suaves. Um prato tradicional da cozinha italiana, o Spaghetti ao alho e óleo, ao contrário, apresenta-se forte, embora seja usada uma quantidade muito menor de dentes.

O aroma e o sabor característicos do alho decorrem da liberação do seu inconfundível óleo. Além da sua grande utilidade na cozinha como tempero insubstituível, o alho tem a grande vantagem de ser um produto fácil de ser encontrado no mundo inteiro, sendo mais aromático e delicioso nas regiões mais quentes.

Sua boa conservação exige apenas ambiente fresco, seco, bem ventilado e livre da luz direta do sol. Nessas condições, é possível conservá-lo por vários meses, o que permite a sua comercialização durante todo o ano. Ao descascar os dentes para cozinhar, evite os de cor amarelada ou acinzentada e também os quebrados e fibrosos. O bom dente de alho, depois de descascado, é consistente e liso.
Agora, chega de conversa! Vamos às receitas e aproveitem bastante.

Receitas:

Cleide Rotondo
cleide@nossagente.net