Share
Revestimentos: sobe e desce

Revestimentos: sobe e desce

Edição de setembro/2017 – pág. 48

Você já deve ter se perguntado por que usar o mesmo revestimento no chão e nas paredes ou na parede e no teto. Considerada uma tendência e pedida em muitos projetos modernos, usar o mesmo revestimento cerâmico para o chão e paredes dá uma sensação de amplitude ao ambiente. “Sem a quebra de cor e textura, o piso parece infinito”.

Não existe uma regra para essa combinação. Os mais cautelosos podem começar fazendo a experiência em apenas um cômodo, como no hall de entrada ou uma pequena varanda. Já os mais ousados podem tentar na sala ou um dos dormitórios da casa. Para não dar uma sensação de clausura, o ideal é usar o revestimento igual ao piso em apenas uma das paredes. É o caso da área do box do banheiro, que fica charmosa e mais ampla com essa combinação.

É importante, no entanto, lembrar que o piso cerâmico tem uma densidade maior que a do azulejo, por isso, pode ser usado na parede, mas o contrário não é indicado. Os pisos possuem uma maior capacidade de resistência a impactos, o que não ocorre com a maior parte dos revestimentos de parede. Evite usar em mais de uma parede para não carregar nas informações e deixar o ambiente pesado. Na dúvida, contrate um profissional para orientá-lo nesta tendência linda e ousada. Até a próxima!