Share
“Pandora”, aventura virtual de tirar o fôlego!

“Pandora”, aventura virtual de tirar o fôlego!

Quem assistiu ao filme de James Cameron, “Avatar”, experimentará uma viagem incrível, pontuada de acontecimentos inesquecíveis. A nova atração da Disney nos remete ao enigmático reduto dos Na’vis

Edição de junho/2017 – pág. 06 e 08

Adentrar-se ao mundo alienígena de Pandora é uma sensação indescritível, mediante ao cenário de montanhas flutuantes, tomado por criaturas de pele azul, os Na’vis humanos, com calda e estatura avantajada. O universo dos Avatares é enigmático e belo, podendo ser admirado das alturas, quando você o sobrevoa com um Banshee – animal alado nativo de Pandora –, com vista panorâmica da imensidão habitada por seres cativantes que nos remete à fantasia virtual. Quem assistiu ao filme de James Cameron, “Avatar”, sucesso de bilheteria, experimentará uma aventura incrível, pontuada de acontecimentos de tirar o fôlego. E mesmo que você não tenha visto a película, não perca a oportunidade de mergulhar nas profundezas azuladas que o “Disney’s Animal Kingdom” preparou para surpreender você.

Inaugurado no último dia 27 de maio, no “Disney’s Animal Kingdom”, em Orlando, “Pandora – O Mundo de Avatar” vem encantando adultos e crianças, e a fila de acesso a essa nova atração tem duração de até quatro horas de espera. A equipe do “Jornal Nossa Gente” conferiu de perto os efeitos dessa viagem irreal ao mundo de “Pandora”, oportunidade em que conversou com profissionais do setor de entretenimento, também ouvindo a arquiteta do “Walt Disney World”, a paulistana Karina Cigagna, que ressalta a paixão pelo seu trabalho no parque. “Eu vim para os Estados Unidos fazer meu mestrado em arquitetura na ´Tampa University of South Florida´. Depois de um ano, recebi uma proposta de estágio no escritório de arquitetura da Disney e acabei ficando. Me apaixonei”, reforça.

Perguntada sobre os trabalhos que deram origem ao notável mundo de “Pandora”, Karina foi enfática, evidenciando o empenho de profissionais que não mediram esforços para que o Projeto se tornasse real. “O mundo de ´Pandora´, que é o mundo do ´Avatar’, levou cinco anos para a sua finalização, desde a sua conceptualização até a execução para podermos estar aqui hoje. Foi um trabalho bem minucioso, com muitos detalhes, muito imersivo. Por exemplo, quando você passa pela ponte (para o ‘Vale de Mo’ara’), você literalmente está entrando para o mundo de ´Pandora´. Você saiu do ´Disney’s Animal Kingdom´, você está em ´Pandora´ mesmo”, ressalta a arquiteta. “Cada detalhe foi projetado com carinho e atenção. Um projeto que envolveu muitos profissionais de áreas diferentes. Desde a parte criativa, que são os nossos ´imagineers´, diretores de arte, artistas e até mesmo o James Cameron (que escreveu e dirigiu o filme ‘Avatar’), além de muitos arquitetos e engenheiros”.

Quanto ao empenho de James Cameron (diretor de “Titanic”) na execução de “Pandora – O Mundo de Avatar”, disse Karina Cigagna que a presença do cineasta durante as obras, teve importância vital. “Ele acompanhou atento à execução do projeto. Vinha com frequência ao parque e isso foi fundamental para todos nós. Durante a fase criativa, o James (Cameron) teve reunião com a equipe dos ´imagineers´, três vezes por semana, também falando conosco, os arquitetos. Algo bem detalhado mesmo. Posso dizer que foi um projeto integrado, com o empenho de todos os profissionais que trabalharam com afinco para que o resultado fosse surpreendente, como vem acontecendo”, evidencia. “Foram vários anos preparando o filme ´Avatar´ e têm mais filmes vindo por aí, dando sequência a história dos Avatares. Provavelmente quatro ou cinco ao todo”, conclui a arquiteta.

Os profissionias de Turismo de Orlando foram conferir a nova atração
Os profissionias de Turismo de Orlando foram conferir a nova atração

“Avatar” no cinema

O roteiro do filme “Avatar” começou a ser trabalhado por James Cameron em 1994, tendo escrito o rascunho com cerca de 80 páginas, sendo esse seu primeiro filme, após “Titanic”. O longa seria lançado em 1999, mas, segundo Cameron, a tecnologia necessária para produzir o filme, a partir de sua visão, ainda não estava disponível. A língua na’vi utilizada durante a trama começou a ser criada em 2005 pelo linguista Paul Frommer, e Cameron iniciou a finalização do seu roteiro e universo ficcional no início de 2006. O orçamento oficial de “Avatar” foi de 237 milhões de dólares.  Porém, foi estimado um custo entre US$ 280 milhões, além de US$ 310 milhões para a produção e US$ 150 milhões para divulgação. O filme teve sua première em Londres, no dia 10 de dezembro de 2009.  Em menos de um mês, “Avatar” superou um bilhão de dólares de faturamento. Foi nomeado em nove categorias do “Oscar”, incluindo “Melhor Filme” e “Melhor Diretor”, porém foi premiado apenas em três categorias: “Melhor Fotografia”, “Melhores Efeitos Visuais” e “Melhor Direção de Arte”.

Opinião dos “viajantes”

Para Paulo Santiago, Operador de Turismo da “Magic Star Vacation”, ele que é natural do Rio de Janeiro, há 17 anos residindo nos Estados Unidos, vivenciar as aventuras virtuais do mundo de “Pandora”, “foi uma experiência fenomenal”, destaca. “Achei tudo muito bem-feito, a área onde foi construído o mundo de ´Pandora´, as lojas e restaurantes proporcionam ao visitante algo muito especial, diria prazeroso. E o que me impressionou foi voar com um Banshee e poder sentir a respiração do animal virtual. Essa atração da Disney é show e as filas são imensas, com até quatro horas de espera. Eu voltei ao parque após a inauguração de o mundo de ´Pandora´, e levei a minha neta. Foi incrível porque pude novamente sobrevoar ´Pandora´, observando as montanhas flutuantes e as maravilhas daquele mundo incrível”, relata com entusiasmo.

Luciana e Rodrigo Barranco
Luciana e Rodrigo Barranco

“O que também chama a atenção quando você passa pelo mar de ´Pandora´, são os respingos da água batendo no seu rosto. O visual é espetacular e você pode sentir o cheiro do lugar. Eu recomendo a todos que visitem o ´Disney’s Animal Kingdom´ e faça a viagem ao mundo de ´Pandora´. A viagem que é pura adrenalina”, reforça Santiago. “As pessoas devem ficar atentas aos detalhes que são maravilhosos. E tem também as lojas e restaurantes que complementam o passeio”, finaliza.

Na opinião de Rodrigo Barranco, de São Paulo, diretor da Revista “Orlando Em Revista”, “Pandora – O Mundo de Avatar” é mesmo “impressionante”. Ele mostrava-se entusiasmado, destacando o efeito imediato da atração sobre aos visitantes. “A área de ´Pandora´ é um parque dentro de outro parque. Você tem a real sensação de estar em ´Pandora´, como no filme. É o mesmo estilo de ´Os Piratas do Caribe´. Você vai de barco pela floresta de ´Pandora´ e vê os animais e o povo Na’vi. Algo novo, que eu nunca vi antes. Uma tecnologia muito avançada. E se você acha que já viu tudo, acaba se surpreendendo.”, comenta.

Rodrigo também destacou o voo ao mundo de ´Pandora´, sobre um Banshee. “Você sente a respiração do animal na sua perna, impressionante. Vez em quando o animal dá um tranco e você tenta se segurar com receio de cair das alturas. É virtual, mas é tudo tão real que você mergulha na fantasia. E o seu corpo se transforma em um Na´vi. Você fica em cima de um número e o seu corpo é escaneado, depois se transformando em alienígena. Tudo muito bem planejado. Você se transforma em personagem de ´Pandora´ e vivência uma aventura inesquecível”, conta. “Quem ainda não assistiu ao filme ´Avatar´ eu recomendo que veja antes para entender melhor a aventura e se inteirar da história”, sugere Rodrigo Barranco.

Marianna Silva, natural do Rio de Janeiro, Personal da “RGE Tur”, não poupou elogios ao Projeto da Disney. “Ninguém tinha ideia da dimensão do Projeto. O filme passou há dez anos e tem geração que ainda não o assistiu. A minha filha, por exemplo, tem treze anos e não se lembrava do filme. Estou sabendo que vai ser lançado o ´Avatar 2” e muitos que ainda não viram o filme vão poder entender melhor a história. Mas o que posso dizer é que, quando você entra em ´Pandora´, é magnífico. A Disney cresceu em nível de tecnologia, proporcionando aos visitantes uma atração de altíssimo nível”, ressalta. “O espaço é maravilhoso e as pessoas sentem a conexão de ´Avatar´ com a terra. Você entra na onda e acaba sendo influenciado. É algo muito louco”, sorri entusiasmada.

“O passeio de barco pelo rio de ´Pandora´ é indispensável, com um visual maravilhoso. E para aguçar a adrenalina tem o voo espetacular sobre um Banshee, que proporciona uma sensação indescritível. O curioso é que você sente a respiração do animal, com um realismo impressionante. Você também pode sentir o cheiro de terra molhada quando passa por áreas de rio e cachoeira. São efeitos visuais, mas ficamos à mercê de uma realidade fictícia memorável”, enfoca Marianna.

“É uma temática atual, que fala da natureza e do equilíbrio do planeta, em meio a uma realidade tão conturbada quanto a nossa. O que buscamos é viver em paz, com harmonia, mesmo com as ameaças da Coreia do Norte e de acontecimentos drásticos que nos surpreendem no dia a dia”, alerta. “E quando você entra no mundo de ´Pandora´, vislumbra a paz do ambiente e vivência momentos gratificantes. É uma mensagem de paz e de equilíbrio junto à natureza”.

Segundo Marianna, a atração seria inaugurada junto com o lançamento do filme “Avatar 2”, entretanto, com o atraso na produção do longa de James Cameron, a Disney decidiu estrear “Pandora – O Mundo de Avatar” o quanto antes. “O projeto da Disney está bombando e as pessoas ficam atônitas quando mergulham no mundo de ´Pandora´. É tudo muito perfeito. Têm bons restaurantes e lojas onde o visitante pode comprar lembranças do mundo de ´Pandora´. Eu recomendo”, finaliza.

Serviço

“Disney’s Animal Kingdom”

Endereço: 2901 Osceola Pkwy, Orlando, FL 32830

Horário: 08:00–23:00

Telefone: 407-939-5277